0
escrito por The Earth 7lk

A Rússia tem planos de instalar uma estação permanente na Lua entre 2028 e 2032, revelou hoje o diretor da Agência Espacial Russa (Roscosmos), Anatoli Perminov. “Pelos nossos cálculos, até 2025 estaremos prontos para realizar vôos tripulados à Lua, e entre 2028 e 2032 poderá ser criada uma estação permanente sobre superfície lunar”, disse Perminov em entrevista coletiva, citado pela agência “Interfax”.

Segundo o representante da Roscosmos, as previsões estão contidas em um plano de desenvolvimento do programa espacial russo até 2040, elaborado pela agência. Prminov disse que só será possível realizar o primeiro vôo tripulado a Marte depois de 2035 e acrescentou que o programa de desenvolvimento da atividade espacial da Rússia até 2040 possui três fases.

A primeira delas — até 2015 — estará focada na conquista do espaço próximo à Terra e inclui a finalização da construção do segmento russo da Estação Espacial Internacional (ISS), segundo o diretor da Roscosmos.

Questionado sobre se a Roscosmos tem planos de enviar à ISS o atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, possibilidade levantada pela imprensa sensacionalista russa, Perminov respondeu: “Acho que é pouco provável. Isso não foi falado, muito menos com o presidente”.

O chefe da agência espacial russa confirmou ainda que um empresário e político russo demonstrou interesse em viajar na condição de turista à estação, mas não revelou sua identidade. “Será uma grande surpresa para todos”, disse Perminov, acrescentando que o vôo do primeiro turista espacial russo à ISS poderia ocorrer em 2009.

Entre os planos a longo prazo da Roscosmos está a criação de um sistema de proteção da Terra contra asteróides, tarefa que pode começar a ser feita a partir de 2026. Perminov afirmou que os projetos de extrair hélio-3, considerado o combustível ideal e inócuo para as centrais de fusão nuclear do futuro, não poderão ser colocados em prática nos próximos 30 ou 50 anos.

fonte: G1

Por The Earth

Acabou a leitura? Talvez você se interesse por isso:

Nenhum comentário ainda.

Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

*