0
escrito por The Earth 7lk

A previsão é de que Apophis, o asteróide de 300 metros de extensão (ou 984 pés), passe pela Terra em Abril de 2029, numa distância de risco, perto de alguns satélites de comunicação.

A iniciativa inglesa vem com o intuito de enviar uma nave de pequeno porte, sem tripulação, em direção ao asteróide. Essa nave, apelidada de Apex, encontraria Apophis em meados do mês de Janeiro, em 2014. Lá a nave passaria três anos analisando a rocha, enviando informações como: tamanho real do asteróide, sua rota, composição e temperatura. Com essas informações, os cientistas poderiam prever, com mais clareza, o risco de uma colisão.

Apex

A descoberta de Apophis, em 2004, foi tida como alarmante para a população da Terra, pois se acreditava que o impacto era simplesmente uma questão de tempo. No entanto, estudos feitos por telescópios indicaram que a chance do asteróide colidir com a Terra era relativamente pequena. A distância que Apophis passaria da Terra seria entorno de 36.000 quilômetros (ou 22.730 milhas).

Rumores de que uma possível colisão aconteceria em sua próxima passagem pela Terra, em 2036, também foram abafados pelos cientistas. Mas, mesmo após todos esses estudos, a preocupação com Apophis poderia ser considerada um bom motivo para que se comesse a pensar em maneiras de proteger a Terra.

Asteróides como o Apophis poderiam devastar um país inteiro, fazendo com que milhares de pessoas morressem. Cientistas sugerem, porém, que com estudos sobre as rotas dos asteróides, seria possível desviá-los da Terra com impactos. Outros dizem que somente com a força gravitacional realizada por uma nave perto do asteróide seria possível desviá-lo de sua trajetória.

Entidades como a Agência Espacial Européia (AEE, ou ESA – European Space Agency), a NASA, a Associação dos Exploradores do Espaço (AEE, ou ASE – Association of Space Explorers), O Instituto Norte-Americano de Aeronáutica e Astronáutica (INAAA, ou AIAA – American Institute of Aeronautics and Astronautics) também estão colaborando com o projeto.

Fonte: traduzida e adaptada de BBC News

Mas a pergunta que fica não é SE a Terra vai ser atingida por um asteróide, mas sim QUANDO ela será. Até lá estaremos preparados?

Por The Earth

Acabou a leitura? Talvez você se interesse por isso:

Nenhum comentário ainda.

Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

*