23
escrito por The Earth 7lk

Conhecidos também por Tenoch, Tenochca ou Mexica, os Astecas até hoje fascinam a arqueologia. Foram um povo religioso e marcado pelo trabalho. Habitavam a região noroeste do México, região conhecida como Astlán, daí a variação do nome ‘asteca’. Lendas retratam que a origem de parte do povo asteca estaria ligada a sete cavernas existentes a noroeste da Cidade do México, enquanto na maioria dos livros atuais os registros são de que os astecas não se originaram no México, mas sim migraram para aquela região.

Desde os tempos em que os Astecas habitavam Astlán eles haviam estabelecido contato com a civilização Tolteca, que era altamente desenvolvida. Porém o fato dessa civilização ser uma potência para a época não foi o motivo do início do apogeu Asteca, mas sim seu declínio. Conflitos sociais, religiosos e políticos foram alguns motivos para a decadência de Tula, a grande capital dos Toltecas. Povos, como os Astecas, na época pouco desenvolvidos tiraram proveito da situação e adentraram à cidade e se estabeleceram ali, enquanto os Toltecas estavam indo em direção às terras férteis da região central. Esses povos ficaram conhecido como chichimecas, que significa “filhos de cachorro“.

Durante o princípio do século XII até o começo do século XIII, os Astecas vagaram a procura de um novo território pra se estabelecerem. Nesse meio tempo outros chichimecas obtiveram sucesso militar, ganhando força no Vale do México. Juntaram forças com o restante de toltecas que haviam formado uma cidade chamada Culhuacáne e assim o poder dos toltecas foi reestabelecido. Esse foi um período de paz e de grande avanço cultural.

Os Astecas foram atraídos para a nova área de grande desenvolvimento.

Em Tula, o povo Asteca assimilou e aprimorou seu conhecimento tecnológico, com destaque para a agricultura, onde, de acordo com registros históricos, desenvolveu-se os chinampas (conhecidos erroneamente como “jardins flutuantes”). Lá, a religião centrou-se no Deus Huitzilopochtli (“Colibri à Esquerda”), na adoração do Sol e em sacrifícios humanos.

A profecia Asteca: Quando ainda encontravam-se em Tula, os Astecas receberam uma profecia do Deus Huitzilopochtli, que dizia que todos os Astecas deveriam se estabelecerem em outro local, onde eles ficassem permanentemente.

E assim foi. A longa peregrinação durou até 1325 d.C. , o ano “dois casa” (de acordo com o calendário Asteca). A terra falada nas profecias foi encontrada através de um sinal: Em uma ilha pequena, no lago Texcoco, alguns avistaram uma águia (símbolo do Sol e do Deus Huitzilopochtli). Essa ilha mais tarde ficaria conhecida como Tenochtitlán.

Cidade de Tenochtitlán

A ilha que os Astecas escolheram para ser seu permantente local era tão sem atrativos que nenhum poder da época a havia reivindicado. Tenochtitlán ficava, assim, situada no limite das terras ocupadas pelos três poderes do vale: o chichimecas de Texcoco, os toltecas de Culhuacán, e os tepanecas de Atzcapotzalco. A figura abaixo mostra com clareza a região do Lago Texcoco e toda a expansão do Império Asteca.

Localização dos Astecas

Foi uma questão de tempo para os Astecas tirarem proveito de sua localização. Estrategicamente falando os Astecas estavam isolados e isso foi de grande ajuda para o fortalecimento do poder militar. Resolveram fortalecer os tapanecas, que estavam em uma guerra contra os toltecas e os chichimecas. Assim, os Astecas foram incrementando seus conhecimentos sobre militarismo e construção de impérios.

Debaixo de uma sucessão de reis ambiciosos eles estabeleceram um domínio que eventualmente abarcava a maioria do México atual.

Uma gigantesca burocracia política, militar e religiosa foi construída, com governadores, cobradores de impostos, tribunais de justiça, guarnições militares, serviços de correio e mensageiros e outros órgãos burocráticos. Apesar de todos esses esforços febris pela sua organização política, os astecas tiveram ainda força para dominar os seus antigos aliados, Texcoco e Tacuba e empreender novas campanhas militares. É provável que neste período tropas astecas tenham incursionado em terras tão distantes como a América Central não mexicana.

Em princípios do século XVI, a população do Vale do México flutuou em torno de 2.000.000 de pessoas, com algumas cidades se aproximando ou excedendo os 100.000 habitantes.

A história quase incrível de uma pequena tribo nômade, que pôde construir um império em apenas um século (desde o princípio do século XIV para o começo do século XV), pode ser explicada através de três fatores principais: religião asteca, a economia do Vale do México e organização sociopolítica asteca.

Mas os dias da maior glória dos astecas também foram os seus últimos. Desde 1517, expedições espanholas conduzidas por Francisco Hernández de Córdoba, Juan de Grijalva, e Hernán Cortéz tinham estado explorando as costas ao longo do Golfo de México. Rumores de navios tão grandes quanto casas alcançaram a cidade de Tenochtitlán e tais rumores foram somados a profecias sobre o retorno iminente da divindade benigna e herói cultural Quetzalcóatl; elas só poderiam significar desastre para os Astecas e o deus tribal deles, Huitzilopochtli. A marcha audaciosa de Cortés contra Tenochtitlán definiu o palco para a cena final do Império Asteca. O poderio espanhol combinado com uma revolta geral das populações dominadas por Tenochtitlán, as doenças que vieram com os europeus, provaram ser superior à força dos Astecas. Sob os últimos dois reis astecas, Cuitláhuac e Cuauhtémoc, Tenochtitlán foi sitiada e destruída depois de uma heróica defesa.

Por The Earth

Acabou a leitura? Talvez você se interesse por isso:

23 Comentários para 'A História dos Astecas':
  1. Jennifer disse:

    Este site, foi a informação, mais intessante do que a do outros, pois eles não sabem o que significa “localidade Asteca”!!!

  2. willian disse:

    os asteca sao minha vida de estudo…………

  3. sonoro disse:

    é de louvar que artavez destes sites posso dar uma contribuição a nutricção da minha mente, pude nriquecer os conhecimentos s/ a história dos astecas

  4. rafaela disse:

    otimooooooooooooooo

  5. Ana Clara disse:

    Pesquisa Escolar!

  6. marinalva disse:

    parabéns as suas informações foram importantissímas para o trabalho escolar de minha filha. foi o site mais completo que nós encontramos, obrigado.

  7. ronaldo disse:

    muito bom tudo muito bem explicado com muita rigueza de detalhes adorei

  8. Ironia disse:

    alguem poderia vir as 16:00 horas no colégio dom bosco

  9. ANNY COSTA CHAVES disse:

    esse site é muito importante pra a vida do estudo pois esplica a materia que eu to estudando

  10. Lucca disse:

    Esse site é muito bom!Parabéns!

  11. maria lidia disse:

    oi gente so pra vcs saberem eu tenho 9 anos estpu na 4ª serie e essa duvida começou em uma brinkadeira onde tinha incas,maias,astecas (eu) e outro q eu nao lembro o nome mais agora sei q sou super importante

  12. karoline disse:

    oie denovo como ja dise estou fazendo um trabalho de escola adorei esse site dis mais coisa que os outros..bejo♥

  13. chiquinha bacana disse:

    eu quero o apogeu dessa porraa!!!!!!!!!!!!!!

  14. chiquinha bacana disse:

    náo tem gatos aqui pra eu ver que merda de site!!!
    essa porrA NAO serviu pra merda nenhuma viu
    quem fez isso aqui

    shhh pau no cuuuuu!!
    amoo mtoo =*

  15. gregory lopes disse:

    eu acho isso uma grande mentira com todo o respeito

  16. vanessa disse:

    noooossa cara esse foi o unico site mais completo que eu encontrei precisava fazer uma pesquisa pra escola e demorei um tempao ate encontrar esse aki.obrigada!!!!!!

  17. Andrew disse:

    Gostaria de saber se há registros de algum encontro dos Astecas com os Maias, já que as regiões em que viviam eram muito próximas.

  18. Joups disse:

    ufaa achei!!!

  19. Mélani disse:

    Muito bom o conteúdo.

    Uma sugestão: Você poderia disponibilizar algum tipo de bibliografia aqui no site?

    Pois imagino que seria muito útil para pessoas que, como eu, estão fazendo uma pesquisa aprofundada sobre o assunto e precisam pesquisar direto em fontes como livros ou dissertações.

    Parabéns pelo site.
    Abraço

  20. junior disse:

    adore esse site muito bakana….

  21. Júlia disse:

    eu queria a organização cultural dos astecas!!
    Fora iisso eh otimo!!

  22. airton disse:

    Já faz algun tempo que procuro uma resposta definitiva sobre so astecas
    obrigado pelo site.bjos………………………………………………….

Deixe seu comentário

*